Pages

Subscribe Twitter Facebook

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Feliz Natal!


O que realmente celebramos hoje? Onde fica o espaço do anfitrião da festa de hoje? Há espaço para Ele? Durante muito tempo eu venho me fazendo esse questionamento e, infelizmente, o que observo, a partir de mim mesmo, é que tendemos a esquecer e deixar de lado o anfitrião dessa festa milenar em que os Cristão comemoram e revivem o nascimento do Menino Jesus. Para nós, Cristãos, hoje nasceu o Salvador, aquele que veio para nos libertar e nos dar vida nova! Que o Menino Deus nos abençoe, nos proteja e nos conceda um Natal abençoado, cheio de vida. 

Feliz Natal!

sábado, 11 de outubro de 2014

Quando algo parece faltar



Como começar um desabafo? Como decifrar e entender um sentimento que se apresenta incerto, confuso, que me bagunça e me deixa em um estado de tristeza danado? São muitas inquietações e poucas respostas! 
Há momentos em que nos perdemos dentro de nós mesmos; não nos conhecemos nem sabemos o que sentimentos. Tudo isso gera um vazio profundo e, diante disso, sinto-me impelido a buscar algo que me preencha. nessa busca já constatei que não encontrarei o "algo" que busco em coisas exteriores a mim; é dentro de mim, é no meu espírito, que posso encontrar alguma resposta! Enfim, vou esperar que esse vazio me proporcione um crescimento e também um maior conhecimento de mim mesmo. Enquanto isso, fico assim, como se algo parecesse faltar! 

segunda-feira, 9 de junho de 2014

O momento inspirador


Fiz esse clique quando estive em Santo Amaro, em novembro do ano passado. Pra quem não conhece, Santo Amaro é uma pequena cidade do interior do Maranhão que fica localizada praticamente dentro dos Lençóis Maranhenses.
Essa fotografia foi uma das mais bacanas que já fiz até agora. Espero que gostem!


quarta-feira, 4 de junho de 2014

Fotografar



Descobri um novo hobby! Há uns dois anos eu venho tendo um apreço especial pela fotografia e estou descobrindo cada vez mais que amo fotografar. Claro que ainda estou no começo, não tenho nenhuma orientação profissional, mas, na medida do possível, procuro fazer boas fotos. Não sei se estou errado, mas para mim o que faz a foto é o detalhe. Fotografar o detalhe é o segredo! Às vezes eu fico perambulando pelo quintal procurando algo para clicar; não importa o que seja, desde que seja algo interessante. Já fotografei borboletas, flores, plantas, uma série de coisas. Entretanto, o que eu mais gosto de fotografar é o por do sol; pra mim não tem coisa igual! Todos os dias eu olho pela janela e fico observando; dificilmente resisto a não fazer um clique. A natureza, de modo geral, me encanta!
Nas atualizações vindouras, dividirei com vocês algumas das minhas fotografias. Espero que gostem! 

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Antes de tudo, seres humanos

"Não somos americanos, árabes, judeus, chineses, brasileiros, franceses ou russos. No cerne de nossa inteligência jamais fomos divididos. Somos a espécie humana", diz Augusto Cury. O sistema social vigente em nossos dias entorpece a nossa visão e nos impede de vermos o espetáculo da vida que pulsa em cada um de nós. Nos prendemos a coisas superficiais. Deixamos de lado o essencial. Todos nós somos seres humanos, iguais, mesmo nas diferenças. Hoje em dia nos dividimos pela religião, pela nação, pela cultura, corda da pele, classe social... Dividimos o indivisível. A partir daí, cria-se todos os tipos de problemas que afetam a nossa sociedade. A partir da divisão e/ou exclusão dos menos favorecidos cria-se a triste desigualdade social que afeta todo o mundo. Agora eu pergunto: pra que tanta divisão? Pra que tanta desigualdade? Somos todos iguais e temos os mesmos direitos estabelecidos por lei. Ah, mas a lei não funciona. Por que não funciona? Quando é que vamos abrir os olhos e ver que a Lei é uma teoria e que cabe a nós e aos seus representantes colocá-la em pratica? Acorda, Brasil! Acorda, mundo! Somos negros, índios, mestiços, brancos, brasileiros... Mas, antes de tudo, somos seres humanos.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

- Nova etapa

Malas prontas. Tudo pronto. Mas, sempre tem uma coisa que nunca está preparado pra tanta despedida e pra deixar quem a gente ama: o coração. Ele fica apertadinho, sofrendo calado, silencioso e só quem sabe o que está passando aqui dentro sou eu. Mas fazer o que, não é? A vida exige muito da gente e, quando a gente quer alguma coisa, temos que aderir a estas exigências e partir... Partir pra novas etapas, para um novo caminho onde estamos sujeitos a encontrar flores e, espinhos também. Vou com fé. E vai dá tudo certo, com a graça de Deus.

sábado, 1 de dezembro de 2012

Chuva e melancolia

Sabe aqueles dias frios, parados, silenciosos? Hoje meu dia está assim. Não sei se acontece só comigo, mas a chuva me trás muitas lembranças, viajo, vou em busca de tudo que me faz bem. Recordações de momentos especiais, de pessoas especiais, de tudo... Tudo de bom que a vida me proporciona. A saudade vem junto também. Talvez seja o clima, essa frieza, que me deixa assim, com saudade de minha família, dos meus amigos e, saudade também, daquilo que não acabou ainda, mas que, em breve, se tornará uma boa lembrança... Sofrer antecipadamente: um defeito meu. Mas o importante é que a vida continua, e hoje, eu só quero que o dia termine bem!